TRT5-BA apresenta vantagens de ferramenta de gestão judiciária no Coleprecor

A ferramenta Business Intelligence (BI) e seu uso na gestão judicial, que tem auxiliado corregedorias de vários Tribunais do Trabalho do país nas ações de acompanhamento das atividades desenvolvidas, foi apresentada pelo TRT da Bahia (TRT5-BA), nesta quarta-feira (25/4), durante o primeiro dia da 3ª Reunião do Coleprecor de 2019. O evento, que ocorre no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, prossegue até esta quinta-feira (25/4) e conta com as participações da presidente e da corregedora regional do TRT5, respectivamente, desembargadoras Maria de Lourdes Linhares e Dalila Andrade.

Na sua exposição, a corregedora relatou a experiência do Regional baiano com o uso da ferramenta. A finalidade foi promover a troca de informações para permitir que elas possam ser replicadas e mesmo ampliadas por outros regionais. Além de ser acompanhada pelos presidentes e corregedores dos TRTs, a exposição foi assistida pelos secretários de corregedorias dos Tribunais, presentes no encontro. O auxiliar da Corregedoria do TRT5, juiz Firmo Ferreira, colaborou na apresentação realizada pela desembargadora.

A ferramenta, desenvolvida pelo TRT5, permite à Corregedoria do Tribunal fazer uma série de análises que aprimoram o trabalho da unidade. Conforme explicou a desembargadora Dalila Andrade, “o sistema possibilita a emissão de relatórios aptos a subsidiar a realização de correições remotas e também pode ser explorada para outras finalidades, como a gerencial”.

O desembargador Sérgio Lemos, corregedor do TRT do Paraná, também contou a experiência do desenvolvimento da ferramenta de BI em seu Regional durante o encontro. O magistrado ressaltou que a ferramenta tem contribuído para dar transparência aos atos da Corregedoria. Também possibilita às unidades conhecer as prioridades da atuação correcional e providenciar, antecipadamente, as adequações necessárias. Conforme destacou, em apenas 75 dias de utilização, ela permitiu a redução média de 16 dias na execução de cada tarefa no Processo Judicial Eletrônico (PJe).

BUSINESS INTELLIGENCE - Ferramentas BI são tipos de softwares que coletam e processam grandes quantidades de dados de um ou mais sistemas. Elas auxiliam na preparação de dados para análises, permitindo a criação de relatórios e painéis de visualização. Os resultados possibilitam acelerar e aprimorar a tomada de decisões e aumento da eficiência, revelando-se importantes instrumentos de gestão. O emprego dessas ferramentas representa a superação de um modelo tradicional de corregedoria.

Secom TRT5 (Renata Carvalho com informações do Coleprecor) – 25/4/2019